Xiaomi

Xiaomi

Xiaomi (pronounciado [/ɕjɑʊmi/], chinês: 小米科技, pinyin: Xiǎomĭ Kējì, literalmente "Xiaomi Tech")[2][3] é uma empresa chinesa de produtos eletrônicos com sede em Pequim, na China. Terceira maior distribuidora de smartphones do mundo, a Xiaomi projeta, desenvolve e vende celulares, aplicativos móveis e eletrônicos de consumo.[4] Desde o lançamento de seu primeiro smartphone em agosto de 2011, a empresa ganhou participação de mercado na China continental e expandiu-se ao desenvolvimento de uma ampla gama de produtos eletrônicos de consumo, incluindo um dispositivo de ecossistema para casas inteligentes.[5][6][7][8] O fundador e diretor executivo da empresa é Lei Jun, a 6ª pessoa mais rica da China, segundo a Forbes. A empresa vendeu mais de 60 milhões de telefones celulares em 2014.[9] A empresa tem mais de 5 000 funcionários, principalmente na China, Malásia,[10] e Singapura, e está se a expandir mundialmente, como Índia[11] e Indonésia, e nas Filipinas.[12] De acordo com a IDC,[13] a companhia hoje é o terceiro maior fabricante de smartphones do mundo, seguido pela Lenovo e LG em quarto e quinto lugar, respectivamente. A Samsung permanece em primeiro lugar, apesar da diminuição do volume de embarque, seguida pela Apple Inc. em segundo lugar. Xiaomi também se tornou o maior fornecedor de smartphones do mundo em 2014, tendo ultrapassado a Samsung, de acordo com um relatório da IDC.[14] No final de Novembro de 2014, se tornou a empresa recém-lançada de tecnologia mais valiosa do mundo depois de ter recebido 4.1 bilhões de dólares de financiamento por parte dos investidores, fazendo com que valorizasse para mais de 46 bilhões de dólares.[15] Em 2017, a Xiaomi foi eleita pelo ranking BrandZ como a 5ª marca chinesa com maior presença global, atrás da Lenovo, Huawei, Alibaba e Elex Tech.[16]

Pague com
  • Mercado Pago
Selos

Brasimac S/A - CNPJ: 32.666.956/0001-13 © Todos os direitos reservados. 2019